top of page

A renovação é uma necessidade permanente para a Igreja. Como seguidora de Jesus Cristo, ela sente continuamente o apelo a crescer na vivência do Evangelho e para isso necessita da graça de Deus para vencer suas fraquezas e reafirmar sua fidelidade ao Senhor, “pois toda a renovação da Igreja consiste essencialmente numa fidelidade maior à própria vocação” (Vaticano II – Decreto Unitatis Redintegratio – 6).

Em nosso tempo, a Igreja vem experimentando um grande impulso renovador, suscitado pelo Espírito Santo, num momento de forte vivência de identidade eclesial a partir do Concílio Vaticano II. “Quanta riqueza nas diretrizes que o Concílio nos deu” sendo ele mesmo “a grande graça de que beneficiou a Igreja no século XX: nele se encontra uma bússola segura para nos orientar no caminho do século que começa” (João Paulo II. Carta Apostólica Novo Millenio Ineunte – NMI, 57 ).

Grupo de Oração Kairós (RCC)

Denilson: (31)9.7136-3208

bottom of page